Amor, sexo e muito +

Um espaço para expressão e discussão de ideias

Novo Clitóris 3.0: breve, em uma revendedora perto de você

leave a comment »

Adoro ir aos churrascos na casa dos amigos. Além de encontrar gente que me faz bem, coloco as fofocas em dia e, conforme o tempo passa e as latinhas de cerveja são consumidas, os temas das conversas vão ficando mais interessantes. E fica impossível não cair na gargalhada com algumas frases e histórias.

Semanas atrás, no churrasco de uma amiga, a Elaine, uma jornalista comentou que havia feito matéria para uma revista masculina, embora não fosse leitora.  Aliás, comentou isso para o diretor do veículo que, delicadamente, deu-lhe um puxão de orelhas e lhe disse que ela deveria saber mais sobre a publicação. Por isso, ela foi à banca comprar a edição do mês e acabou folheando outras revistas cujo recheio era de fotos de mulheres nuas.

Mulher é o cão quando se trata de avaliar outra mulher. A cada pelada fotografada, a moça  pensava: “Meio  gorda”. Ou “Quanta celulite”. Ou “Ah, rolou um photochoque bravo aqui”.  Ou: “Credo, que peito caído. O meu está bem melhor”. Mas de repente, ela se deparou com uma jovem cuja região genital chamava atenção. “Não sei se consigo descrever com exatidão. Mas parecia que a moça tinha duas abas que saíam por onde deveria terminar o contorno da vagina.”

Eu tentei usar minha imaginação para entender o que ela descrevia e não tenho certeza que consegui. Se a genitália masculina difere de homem para homem, é de se imaginar que as mulheres também,  não é? Só que o equipamento deles é exposto e o nosso, embutido, um segredo até para a gente que precisa de espelhinho para conhecer melhor a própria intimidade.  E nem pensamos tanto no “assunto” como eles, não costumamos comparar a região com a de outras mulheres.

Coloquei-me no lugar do leitor usual da revista. Será que a imagem de uma vagina com “duas abas que saíam por onde deveria terminar o contorno” da mesma é uma visão excitante para os homens? “Ah, mas tem umas estranhas, mesmo”, comentou o Wagner, cunhado de minha amiga ao ouvir a história. “Uma vez, quando era solteiro, saí com uma menina cujo clitóris era tão grande que saía  para fora, era do tamanho do meu dedo mindinho”.  Quis saber: “Mas você checou a região ou ficou só no tato?”.  Ele fez a segunda escolha.  “Preferi não fazer a checagem. Ficamos, foi legal e pronto. Nunca mais a vi”.

Luciano, outro amigo presente na rodinha, não perdeu tempo para implicar com a palavra Clitóris, da qual, aliás, não gosto. Como também não curto os diferentes nomes que essa região já ganhou.  Mas isso é assunto para outra hora. Prefiro Clítoris. E ele disse que também gostava mais da palavra pronunciada assim.

Fui vasculhar na internet os dicionários para descobrir, afinal, a pronúncia correta para minha amiga. E o mínimo num relacionamento é saber corretamente o nome daquele (a) a quem nos referimos, não? Bom, para minha surpresa, sempre que digitava clítoris, caía direto no clitóris. No final da pesquisa, vi no Idicionário Aulete uma resposta que me agradou e que reproduzo aqui:

“Anat. Protuberância carnuda e erétil na parte anterior e superior da vulva, entre os pequenos lábios, homóloga, anatomicamente, ao pênis

[F.: Do lat.cient. clitoris, do nom. do gr. kleitorís, ídos. (Com base no grego, a melhor prosódia é clítoris, mas o uso consagrou clitóris; a melhor forma, porém, seria clitóride, menos us.)]”

Acabou-se o segredo: o clitóris ganhou a briga porque foi mais usado, deu-se ao desfrute o safado. Mas eu insistirei no clítoris, mais tímido e reservado. Clitóris é  horrível. “Parece nome de carro” comentou Luciano. “Eu posso imaginar uma propaganda: Novo Clitóris 3.0, agora na versão quatro portas,  motor turbo diesel de 10 cilindros, mil cavalos de potência e o maior porta-malas da categoria…”

Qual seu grau de sadismo ou masoquismo? 

Nem todo hetero gosta de mulheres

Thiago Fragoso sobre cena de O Astro: “Ficar nu foi o de menos”

Tire a cabeça da bunda e seja mais feliz

Etiqueta sexual: evite mentir que ligará para ela no dia seguinte

Jaque Khury posa nua e fala sobre saída de Legendários: ” Fui mandada embora pelo Marcos Mion”

Ejaculação precoce está entre as disfunções sexuais mais difíceis de se tratar

Camisinhas diferentes são opções interessantes no mercado 

Preserv lança o maior e mais fino preservativo do país

Prudence lança preservativos com sabores de cola e melancia

Mulheres gemem para estimular o orgasmo do parceiro

 

 

 

Written by cleofrancisco

agosto 10, 2011 às 7:00 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: