Amor, sexo e muito +

Um espaço para expressão e discussão de ideias

Archive for setembro 2011

Comédia romântica Hysteria mostra invenção do vibrador em Londres, no século XIX

leave a comment »

Uma das atrações do Toronto Internacional Film Festival, que começou dia 8 e vai até dia 18, é a comédia romântica Hysteria. O filme mostra como foi criado o primeiro vibrador, na Londres de 1880, em plena era vitoriana.

Mortimer Granville (Hugh Dancy) é um jovem  médico que se une a outro doutor, Robert Dalrymple (Jonathan Pryce), que é considerado um expert em um mal que atingia as mulheres, a histeria – cujos sintomas mais comuns eram ansiedade, nervoso, insônia e irritabilidade. Para ajudá-las a diminuir seu tormento, o especialista desenvolveu uma cuidadosa estimulação manual em determinada parte do corpo da paciente, prática essa que não era incomum na época.

Nos consultórios dos profissionais que tratavam de males femininos, a massagem pélvica para as  que sofriam de histeria acontecia, às vezes, com o auxilio de uma parteira.  Então, nada mais natural que a invenção de um equipamento que pudesse ajudar os doutores nessa árdua missão de dar às mulheres que sofriam desses males algum alívio. Isso resultou no primeiro vibrador.

Com o auxílio de um cientista fascinado por engenhocas e eletricidade (interpretado por Rupert Everett), o jovem médico tenta concretizar seu objetivo.  Tempos depois, o manipulador, como ficou conhecido na América, chegou a ser comercializado em massa e era uma coisa comum em lojas e catálogos de eletrodoméstico no início do século 20, ao lado de outras novidades que facilitavam a vida das donas de casa, como ferro de passar roupas, por exemplo.

A película conta ainda com a participação de Maggie Gyllenhaal, que entre outros filmes, atuou em Secretária, no qual deu vida à jovem que sentia prazer em levar palmadas do patrão durante o expediente.

Leia também:

Você acha a vagina feia ou bonita? 

Tire a cabeça da bunda e seja mais feliz

Livro Culo homenageia bumbuns femininos

Etiqueta sexual: evite mentir que ligará para ela no dia seguinte

Jaque Khury posa nua e fala sobre saída de Legendários: ” Fui mandada embora pelo Marcos Mion”

Ejaculação precoce está entre as disfunções sexuais mais difíceis de se tratar

Camisinhas diferentes são opções interessantes no mercado 

Preserv lança o maior e mais fino preservativo do país

Prudence lança preservativos com sabores de cola e melancia

Mulheres gemem para estimular o orgasmo do parceiro

Written by cleofrancisco

setembro 8, 2011 at 9:12 pm

Tire a cabeça da bunda e seja mais feliz

with 2 comments

Entre outras coisas, livro aborda a busca das mulheres pelo corpo perfeito (Foto: Divulgação)

 

Ninguém vai discutir aqui o quanto a beleza de uma mulher com curvas nos lugares certos chama a atenção.  O post anterior sobre o livro Culo mostra um exemplo disso. A obra traz fotos de várias modelos, donas de corpos maravilhosos, que posaram para o fotógrafo de moda Raphael Mazzucco.   E sempre foi assim, com a diferença que os padrões mudam a cada época.

E, como tendemos a imitar atos, comportamentos e corpos apresentados como bem-sucedidos, fenômeno lembrado pela antropóloga Mirian Goldenberg em seu último livro De Perto Ninguém é Normal  (Grupo Editorial Record / Edições BestBolso) , lá vamos nós mulheres modernas encarar horas de malhação e dietas milagrosas em busca da perfeição.

E o que não for possível resolver desse jeito é trabalhado no bisturi do cirurgião plástico. Afinal, a operação pode ser paga a perder de vista: em 6, 12 ou 24 prestações. E além de um corpo sarado, precisamos apagar as marcas no rosto que mostram que o tempo está passando para nós. Envelhecer está se tornando motivo de vergonha quase.

Mirian cita na obra, entre outros estudos, pesquisa feita pelo The Journal of Sex Research, com duzentas universitárias nos Estados Unidos, na qual um terço das jovens, independentemente de serem magras ou gordas, disseram que a imagem que o parceiro faz do corpo delas é o mais importante durante o ato sexual. Segundo a pesquisa, a ansiedade em relação à forma física leva muitas mulheres até mesmo a evitar o sexo.

No Brasil, pesquisa feita com três mil homens e mulheres de todas as classes sociais, coordenada por Carmita Abdo, do Projeto Sexualidade, do Hospital das Clínicas de São Paulo, seguiu pelo mesmo caminho. O resultado: 35% das mulheres pesquisadas não sentem nenhuma vontade de ter relações e uma das principais razões é a angústia de não ter o corpo perfeito que os meios de comunicação mostram como o ideal.

Já ouvi de mulheres inteligentes, jovens e lindas que a autoestima delas melhorou depois do implante de silicone nos seios.  Fiquei pensando no quanto essas meninas foram bombardeadas pela ideia de que a moda era ostentar peitões e que quem não tem não chama a atenção do sexo oposto, é menos feminina.

A escritora de De Perto Ninguém é Normal também cita a psicanalista inglesa Susan Orbach sobre a ditadura da magreza imposta às mulheres. “A apologia do corpo perfeito é uma das mais cruéis fontes de frustração feminina de nossos tempos. Considero a busca do corpo perfeito um retrocesso no processo de emancipação feminina”.

As herdeiras das lutas empreendidas pela libertação feminina nas décadas de 60 e 70 viraram escravas da perfeição física. Miriam, que também é autora do livro Toda Mulher é Meio Leila Diniz, lembra a atriz que defendia o amor livre e escandalizou o país ao aparecer grávida, de biquini, na praia. Isso, durante a ditadura militar. Ela parecia mais preocupada em seguir seu desejo de ser feliz do que em dar satisfação para a sociedade sobre como uma mulher deveria se comportar naqueles tempos.

“Leila Diniz permanece até hoje como símbolo da mulher carioca, que encarna, melhor do que ninguém, o espírito da cidade: corpo seminu, sedução, prazer, liberdade, sexualidade, alegria, espontaneidade”.  Imagem que nada tem a ver com a obsessão e insatisfação com o próprio corpo que as mulheres demonstram por se submeterem, sem questionar, à ditadura do corpo perfeito.

Para terminar, uma frase de Maitê Proença, também incluída no livro, que faz pensar. “Fazia musculação, mas percebi que passava duas horas do meu dia com a cabeça na bunda. Não posso perder tempo assim”.

Você acha a vagina feia ou bonita?

Livro Culo homenageia bumbuns femininos

Etiqueta sexual: evite mentir que ligará para ela no dia seguinte

Jaque Khury posa nua e fala sobre saída de Legendários: ” Fui mandada embora pelo Marcos Mion”

Ejaculação precoce está entre as disfunções sexuais mais difíceis de se tratar

Camisinhas diferentes são opções interessantes no mercado 

Preserv lança o maior e mais fino preservativo do país

Prudence lança preservativos com sabores de cola e melancia

Mulheres gemem para estimular o orgasmo do parceiro

Written by cleofrancisco

setembro 5, 2011 at 5:09 pm

Livro Culo homenageia bumbuns femininos

with 3 comments

Já estou até imaginando a cara de algumas pessoas. Depois de questionar se a vagina é feia ou bonita olha eu aqui com outro sobre um livro de fotos com imagens de bumbuns. E para completar, aquele meu amigo que acha vaginas lindas me mandou um e-mail ontem comentando sobre o assunto anterior e falando também sobre sua paixão por bundas femininas.

Ele jura que reconheceria as mulheres com as quais convive durante o dia no trabalho só pelo derrière. “Para mim, é mais que tara/fetiche. É um RG autenticado e único que cada uma possui.” Palavras dele.

Pois é, meu amigo. Aqui estou eu navegando pela Internet quando descubro no site gq.com que um aclamado fotógrafo de moda chamado Raphael Mazzucco lançará em novembro um livro chamado Culo. O vídeo com imagens dele  já está fazendo sucesso na internet com trilha sonora de Timbaland, David Ghetta e Pitbull que produziram a música Pass at Me.

A propósito, segundo o dicionário Michaelis, a palavra culo pode significar traseiro e bunda em espanhol e italiano. E nas duas línguas, com sentido vulgar… bem…

Leia também:

Comédia romântica Hysteria mostra invenção do vibrador em Londres, no século XIX

Você acha a vagina feia ou bonita? 

Etiqueta sexual: evite mentir que ligará para ela no dia seguinte

Jaque Khury posa nua e fala sobre saída de Legendários: ” Fui mandada embora pelo Marcos Mion”

Ejaculação precoce está entre as disfunções sexuais mais difíceis de se tratar

Camisinhas diferentes são opções interessantes no mercado 

Preserv lança o maior e mais fino preservativo do país

Prudence lança preservativos com sabores de cola e melancia

Mulheres gemem para estimular o orgasmo do parceiro

Written by cleofrancisco

setembro 2, 2011 at 5:34 pm

Publicado em E muito mais comportamento, Sexo

Tagged with , , ,