Amor, sexo e muito +

Um espaço para expressão e discussão de ideias

Saia-justa: personal sex trainer fala da carreira e comenta situações engraçadas pelas quais passou

with 2 comments

Neusa Pandolfo sempre é surpreendida em sua profissão (Foto: Micheli Karoly)

Loira, olhos claros, simpática, desinibida. Esses são alguns adjetivos que descrevem a gaúcha Neusa Pandolfo,  50 anos,  ex-publicitária, casada,  que se tornou personal sex trainer. Há quatro anos nessa profissão, ela confessa que já passou por situações inusitadas. Como, por exemplo, quando foi contratada para dar uma palestra num chá de lingerie para uma noiva que reuniu 50 amigas curiosas. Além de várias dicas de sexo, o grupo também teria a oportunidade de conhecer alguns dos produtos eróticos que Neusa costuma levar consigo nessas ocasiões.

Depois de dar dicas às meninas, ela foi se encontrar com os namorados e maridos delas que se reuniam em outro local no qual ela daria  nova  palestra. Mas eles apenas foram avisados que uma mulher iria aparecer para ensinar algumas coisas para eles. “Quando cheguei no lugar percebi que haviam apagado as luzes, estava silêncio. Perguntei o que estava acontecendo e me disseram meio sem jeito:’Estamos esperando uma moça’. Eles achavam que a tal mulher seria uma prostituta. Saquei na hora que eles não estavam entendendo nada e disse: ‘Pois sou eu mesmo!. Estou aqui para ensinar o que vocês não sabem’. Ficaram chocados, mas ensinei tudo o que aqueles 50  homens não sabiam sobre mulheres e sexo”, comenta Neusa.

É um trabalho que exige bom humor e jogo de cintura. “Sempre acontecem situações engraçadas”, conta Neusa. Em outra ocasião, ela foi chamada para outro chá de lingerie realizado em uma suíte de motel reservada para vários casais ao mesmo tempo. “Havia várias camas, foram contratados stripers e mais da metade das mulheres eram senhorinhas pois a noiva tinha 62 anos. Ela convidou amigas que nunca tinham ido a um motel. Uma senhora de uns 90 anos se jogou numa das cama e gritou: ‘Eu não morri sem vir aqui’. Foi fantástico”, relembra Neusa dizendo que engraçado mesmo era ver a reação delas quando chegavam no local e o porteiro as informava que elas deveriam se dirigir à suíte máster do suingue. “Elas diziam: ‘Não, não, eu vou para uma festa’”.

Feliz com seu trabalho, Neusa não para de estudar para se aprimorar na profissão que exerce desde 2008, logo depois de ter visitado uma edição da Erótika Fair, em São Paulo. “Achava bárbaro o assunto. Mas a partir dali, comecei a fazer um monte de cursos para aprender mais sobre temas como sensualidade, anatomia, os produtos que vendo, entre outras coisas. Vi que o mercado era deficitário de gente que falasse de sexo de forma natural, com linguagem popular, mas não vulgar. Ou usam só termos médicos e técnicos ou colocam tudo no diminutivo. Falta espontaneidade”.

Neusa aprendeu muita coisa, mas o conhecimento sobre a alma feminina parece tê-la marcado mais. “O que esse trabalho me ensinou é fantástico. Mas, principalmente, que tu é mulher desde sempre e que mulher não apaga, só adormece sexualmente”, analisa ela que lembra outra situação interessante. “Já vendi um vibrador para uma senhora de 73 anos que nunca tido orgasmo, mesmo sendo casada por 50 anos”.  As surpresas não param de aparecer em sua profissão.

Recall retira 116 mil preservativos Blowtex Turbo do mercado

Infidelidade feminina: mulheres escolhem dia 22 para comemorar natal com os amantes

Blowtex lança camisinha para quem tem alergia ao látex

Qual seu grau de sadismo ou masoquismo? 

Nem todo hetero gosta de mulheres

Thiago Fragoso sobre cena de O Astro: “Ficar nu foi o de menos”

Tire a cabeça da bunda e seja mais feliz

Etiqueta sexual: evite mentir que ligará para ela no dia seguinte

Jaque Khury posa nua e fala sobre saída de Legendários: ” Fui mandada embora pelo Marcos Mion”

Ejaculação precoce está entre as disfunções sexuais mais difíceis de se tratar

Camisinhas diferentes são opções interessantes no mercado 

Preserv lança o maior e mais fino preservativo do país

Prudence lança preservativos com sabores de cola e melancia

Mulheres gemem para estimular o orgasmo do parceiro

Written by cleofrancisco

março 1, 2012 às 5:03 pm

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Cleo, adorei a entrevista. Só faltou ela dar algumas dicas pra gente. Beijos.

    Patricia Ribeiro

    março 7, 2012 at 12:22 pm

    • Obrigada, Patty. Ótima sugestão. Vou encontrá-la na pós essa semana e propor a ela. Um beijo!!!

      cleofrancisco

      março 7, 2012 at 4:35 pm


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: