Amor, sexo e muito +

Um espaço para expressão e discussão de ideias

Archive for the ‘E muito mais famosos’ Category

Feriado tem show do Barra da Saia em SP; quarteto mostrará novo repertório que conta a história da mulher na música caipira

leave a comment »

(Foto: Divulgação) As meninas do Barra da Saia prometem sacudir o Ao Vivo Music, em Moema, nesta sexta

Um ensaio aberto de um quarteto feminino e muito talentoso promete agitar o feriado de Tiradentes, na Capital paulista. O Barra da Saia, que tem entre seus sucesso as músicas  Seu DJ e Para Tudo, fará um show no Ao Vivo Music, em Moema, nesta sexta-feira (21/04). O evento também é em comemoração da do aniversário da integrante Denise Soares.

Nesta apresentação, a Barra da Saia terá no repertório canções que fazem parte de um novo projeto da banda que contará a história da mulher na música caipira e sertaneja. Este trabalho, que será lançado em breve, inclui também um documentário que tem  a participação de diversas mulheres da música sertaneja, desde veteranas até as artistas mais jovens.

Com uma proposta moderna e pioneira dentro da música brasileira, a Barra da Saia é formada por quatro integrantes: Adriana Sanchez (sanfona, teclado e voz), Carol Duarte (violino e bandolim), Denise Soares (viola, violão e guitarra) e Eliza Marin (violão e voz).

Amadrinhada por Hebe Camargo, a banda está na estrada desde 1999 quebrando tabus e trazendo influências que passam pelo sertanejo raiz, pelo country, pelo rock e pela música latina.

Serviço:
Barra da Saia apresenta o Projeto “Ensaio Aberto” – São Paulo (SP)
Data: Sexta-feira, dia 21
Horário: 21h
Local: Ao Vivo Music
Endereço: Rua Inhambú, 229, Moema, 04520-010 São Paulo
Ingressos: Antecipado R$40,00 / Na porta R$50,00
Informações: (11) 5052-0072 ou https://www.eventbrite.com.br/e/barra-da-saia-apresenta-o-projeto-ensaio-aberto-tickets-33397366422

Para saber mais, acesse:
www.barradasaia.com.br

 

 

Anúncios

Written by cleofrancisco

abril 20, 2017 at 5:18 pm

50 Tons de Cinza: trilha sonora também deve fazer sucesso

leave a comment »

50 tons de cinza

A adaptação do primeiro livro da trilogia 50 Tons de Cinza  estreia amanhã, no Brasil. E algumas das músicas que compõem a trilha sonora que vai embalar o romance entre Anastasia Steele e Christian Grey também prometem ser sucesso nas rádios. Uma delas, que já está sendo bastante tocada é Love Me Like You Do, com Ellie Goulding. Mas Beyoncé também participa com Haunted e uma nova versão de Crazy In Love, mais lenta e sensual que a primeira. A trilha conta com 16 músicas que incluem sucessos de Annie Lennox  (I Put a Spell on You), Frank Sinatra (Wichcraft) e Rolling Stones (Beast of Burden).

 

 

Leia também:

Qual seu grau de sadismo e masoquismo ? 

Por que os homens traem? Parte I: o amor nos tempos do Australopithecus

Por que os homens traem? Parte II: o casamento monogâmico e eterno abre as portas para a infidelidade

Ana Paula Padrão: “Tive durante anos muitos problemas de autoestima”

Mulher melancia: ela é gorda ou gostosa? 

Camisinhas Diferentes São opções Interessantes nenhuma Mercado

Energia sexual Bem utilizada Ajuda na Evolução Espiritual, Escritor Afirma

Presente de Natal: Mae e Filho si encontram depois de 24 Anos

Mônica Buonfiglio: “Me Decepciona ver uma mulher reclamando que não é feliz porque nao tem um namorado

A Vida Íntima dos famosos

O relacionamento do homem com o pênis

Saia-justa: educadora sexual e dona de loja de produtos eróticos “in company” fala da carreira e comenta situações engraçadas pelas quais passou na profissão

 

Written by cleofrancisco

fevereiro 11, 2015 at 9:37 am

A sedução dos cabelos curtos

with one comment

De novo, Claudia Raia fica com cabelos curtos para viver uma personagem

(Foto: Wanderley Nunes) De novo, Claudia Raia fica com cabelos curtos para viver uma personagem

Peça para um homem pensar em uma imagem de mulher sedutora. Além das muitas curvas, provavelmente essa deusa vai ter também cabelos compridos.  As integrantes da ala feminina  em sua maioria (e talvez já por saberem da preferência deles), também gostam de manter madeixas mais longas. Principalmente quando jovens.

Lembro-me da época da faculdade e as meninas todas com cabelos que passavam dos ombros e, às vezes,  iam até próximo da cintura. Conforme os anos iam se passando e elas seguiam a carreira, o comprimento dos fios ia diminuindo. Não todas, mas a grande maioria. Tenho a impressão que na medida em que amadurecemos, vamos percebendo outros atributos que também podem ser muito atraentes.

Sei que muita gente vai falar que não tenho a isenção necessária para falar do assunto porque sempre usei meu cabelo curto. Fiz isso mais por praticidade que outra coisa, embora hoje saiba apreciar a beleza de um rosto feminino emoldurado por um corte diferente e moderno, como o da Claudia Raia. O cabeleireiro das estrelas,  Wanderley Nunes, foi o responsável pela mudança, com direito a participação na novela global.  E lembrei que a atriz já havia ficado com o cabelo curto assim uma única vez, quando interpretou a vilã Ângela Vidal, em Torre de Babel (1998). Fiquei pensando  que o cabelo curto também pode enviar uma mensagem: “Tenho personalidade!”  Isso também não seduz?

(Foto: Wikipédia) Há 17 anos, esse era o visual da Claudia Raia

(Foto: Wikipedia) Há 17 anos, esse era o visual da Claudia Raia

Written by cleofrancisco

janeiro 15, 2015 at 5:25 am

Monica Buonfiglio resgata a trajetória da heroína Maria Quitéria em novo livro e afirma: “A grande maioria das mulheres não percebe a força que tem”

leave a comment »

(Foto: Arquivo Pessoal) A escritora lança seu 51° livro que mostra a trajetória de uma mulher valente e decidida, que no século XIX se vestiu de homem para poder entrar no exército e lutar pela independência do Brasil

(Foto: Arquivo Pessoal) A escritora lança seu 51° livro que para os leitores a história real de uma mulher valente e decidida, que no século XIX se vestiu de homem para poder entrar no exército e lutar pela independência do Brasil

Ela acaba de lançar seu 51° livro, Maria Quitéria – A Joana d’Arc brasileira, no qual narra a história de nossa heroína da Independência, que se destacou na luta para livrar o Brasil do domínio de Portugal vestida de homem. No início do século XIX, essa jovem não deu ouvidos ao pai que a proibiu de ir à guerra e transformou-se no soldado Medeiros, entrando para o Regimento da Artilharia do Batalhão dos Periquitos. Maria Quitéria esteve à frente de várias campanhas, como a defesa da ilha da Maré e a Batalha de Pirajá onde o Brasil se libertou da presença portuguesa em 2 de julho de 1823, dia esse comemorado como Independência da Bahia. A trajetória dessa mulher é contada por Monica, que deu essa entrevista exclusiva para o blog.

Amor, sexo e muito +: Por que você decidiu escrever a biografia de Maria Quitéria? O que tem na vida dessa mulher que te estimulou a escrever sobre ela?

Monica Buonfiglio: Maria Quitéria de Jesus é considerada a Joana d’Arc brasileira e é a patrona do Exército brasileiro. Ela, à frente do campo de batalha em 1823 lutou para defender nosso país da tirania dos portugueses que não aceitavam a independência do Brasil. O que tornou a personagem tão interessante a ponto de se transformar em título de um livro foi o fato de não se tratar de uma obra de ficção, pois Maria Quitéria existiu. Uma mulher ímpar, cuja história serve para ensinar que todos nós temos um herói interior que pode ser despertado.

 

ASM+: Por que Maria Quitéria fez tanta questão de ir ao campo de batalha lutar pela independência do Brasil?

Monica Buonfiglio: Ela se parecia com um rapazote, uma mulher de estatura pequena (1,60m), sertaneja e analfabeta, porém, se sobressaía em sua altivez. Atuou em uma demonstração legítima para servir bem o país. Seu lema era: “Vá para a guerra”, e não o contrário, como fizeram muitos homens em 1823, na ocasião do recrutamento, quando se negaram a ir para a luta. Sob o olhar contemporâneo, seria considerada estranha ou inconveniente. Acrescentaria que foi até mesmo louca para se recrutar no Exército Brasileiro do século XIX. É importante ressaltar que, no dia 7 de setembro de 1822, Pedro dá seu grito de Independência mas esse ato simbolizou apenas um ensaio do que ocorreria definitivamente em 2 de julho de 1823 em Salvador, com Maria Quitéria e o exército brasileiro.

 

ASM+: Quais os maiores obstáculos que essa mulher enfrentou no século XIX?

Monica Buonfiglio: Os obstáculos eram muitos, especialmente para uma mulher. Primeiramente temos que ver sob a ótica social. Eram tempos em que a mulher precisava pedir permissão ao pai até mesmo para cortar o cabelo. Imagine, portanto, uma que se vestiu de farda para lutar junto aos homens! É muita coragem! Durante o dia ela deve ter vivido muitas dificuldades como o avançar junto à tropa pela floresta nativa, a infestação de insetos nos acampamentos, os alimentos que sempre estavam estragados, além do ataque de onças e cobras. À noite, a tropa descansava sob lençóis finos, dormindo muitas vezes, da pior maneira possível. A refeição consistia em um pedaço de pão, duas sardinhas e uma fruta. Em um trecho do livro, comento sobre as dores das regras que ela poderia ter sentido. O salário da época correspondia a R$50,00. Não foi fácil…

 

ASM+: Nas regiões mais ao sul do país a figura de Maria Quitéria não é muito conhecida. É diferente no norte e nordeste?

Monica Buonfiglio: Por esse motivo me interessei em escrever o livro. No sudeste, sul e centro-oeste, poucas referências existem sobre ela. No nordeste, ao contrário, especialmente na Bahia, nossa heroína é muito homenageada especialmente no dia da independência da Bahia, comemorado em 2 de julho.

ASM+: Você viajou à Bahia para pesquisar a história de Quitéria? Ela tem descendentes?

Monica Buonfiglio: Sim, fui várias vezes pesquisar sobre o Brasil nos tempos de Quitéria, pois a literatura específica sobre ela é muito limitada. Certamente deve ter tido descendentes, que infelizmente, desconhecemos. Quitéria teve uma filha que provavelmente deve ter se casado após a morte da mãe. Quantas mulheres baianas devem ter o sangue da nossa guerreira e nem sabem disso?

ASM+: Como foi feita a pesquisa para escrever sobre Maria Quitéria?

Monica Buonfiglio: Esse livro é um projeto antigo, de 1996, pois sempre me fascinou sua história. Em 2010 comecei a buscar material para compor a obra. Comprei vários livros de história do Brasil, alguns raros, além de pesquisar nas bibliotecas em Salvador. Depois de quase concluído, li teses, artigos e mestrados publicados na internet para fechar a obra com chave de ouro. O resultado ficou muito bom. Digo que esse livro foi um verdadeiro parto por conta da dificuldade de encontrar material para pesquisa.

ASM+: Você há havia escrito antes a biografia de Dona Leopoldina, imperatriz do Brasil. Por que esse interesse em resgatar a vida de mulheres que foram importantes na História do país?

Monica Buonfiglio: Quantas histórias de mulheres existem e devem ser contadas! Adoro esse trabalho de resgate! Escrevi a biografia da Imperatriz Leopoldina em 2003 e outras obras destacando a força do poder feminino. Já estou começando outra biografia apaixonante de mais uma mulher brasileira.

 

ASM+: Acha que as brasileiras de hoje poderiam ser mais engajadas na luta por um Brasil melhor?

Monica Buonfiglio: Claro que sim e mais conquistas virão, tenho certeza! As mulheres são agentes da modernidade e creio que a obra irá fazer revigorar a força do poder feminino.

 

ASM+: Você já me disse que se decepciona ao ouvir de mulher que ela se sente infeliz por não ter namorado. Acha que as mulheres ainda estão presas à ideia de que precisam de um homem para serem felizes?

Monica Buonfiglio: Precisamos tomar a consciência que cada indivíduo é um ser completo e de uma riqueza inigualável independente do sexo. Cada mulher é um tesouro único de imenso valor. A grande maioria das mulheres não percebe a força que tem. Por isso, sejamos felizes sozinhas, acompanhadas… isso é o que menos importa nessa jornada. Mas sejamos a diferença!

ASM+: O que Maria Quitéria tem a ensinar para as mulheres do Brasil de hoje?

Monica Buonfiglio: Nos aproximamos dos outros para encontrar alguém semelhante e tomamos distância para afirmar nossas diferenças. Por isso, gostaria que os leitores se sentissem tocados pela história desta heroína e que as mulheres se sentissem inspiradas para irem ao encontro dos seus anseios e ambições.

 

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Serviço

Maria Quitéria – A Joana d’Arc brasileira

Editora Companhia dos Anjos

Formato: 16 x 23

Páginas: 176

Preço de capa: R$ 27,00

Email: m.buon@terra.com.br e amagiadosanjos@gmail.com

Tels: (11) 4708 1950 – (11) 4708 1965

 

 

 

Leia também:

Por que os homens traem? Parte I: o amor nos tempos do Australopithecus 

 Por que os homens traem? Parte II: o casamento monogâmico e eterno abre as portas para a infidelidade

Ana Paula Padrão: “Tive durante anos muitos problemas de autoestima”

Mulher melancia: ela é gorda ou gostosa? 

Cabo Frio: praias, história e lugares charmosos para se hospedar convidam a ficar para sempre

Monica Buonfliglio Lança Maria, a Judia Alquimista los São Paulo e Afirma: “Toda Mulher tem uma vida apaixonante”

Camisinhas Diferentes São opções Interessantes nenhuma Mercado

Energia sexual Bem utilizada Ajuda na Evolução Espiritual, Escritor Afirma

Presente de Natal: Mae e Filho si encontram depois de 24 Anos

Mônica Buonfiglio: “Me Decepciona ver uma mulher reclamando que não é feliz porque nao tem um namorado

Mais Uma História sobre Hebe Camargo

A Vida Íntima dos famosos

O relacionamento do homem com o pênis

Saia-justa: educadora sexual e dona de loja de produtos eróticos “in company” fala da carreira e comenta situações engraçadas pelas quais passou na profissão

Qual seu grau de sadismo e masoquismo? 

 

 

 

 

Written by cleofrancisco

junho 8, 2014 at 8:00 am

Revista UMA traz Luciana Gimenez na capa e aborda a importância do perdão entre outros assuntos

leave a comment »

Uma traz cartilha com as melhores carícias para cada região do corpo, guia de beleza tendência da moda verão 2014 e muito mais

Uma traz cartilha com as melhores carícias para cada região do corpo, guia de beleza,  tendência da moda verão 2014 e muito mais

Tem mágoa de algum familiar, ex-namorado ou amigo?  Pois pare de alimentar os ressentimentos e reveja esse comportamento. Perdoar os que fizeram mal (intencionalmente ou não) beneficia primeiramente quem toma a decisão de virar a página. Esse é um dos pontos abordados na matéria da revista Uma,  que esse mês tem Luciana Gimenez na capa e uma entrevista com a apresentadora. A publicação traz, ainda, reportagem sobre o complexo de Mulher Maravilha, que faz as mulheres se entregarem às dezenas de tarefas no dia-a-dia sem perceber que, às vezes, não conseguem dar conta do que é realmente importante e faz diferença na vida.

Leia também:

Monica Buonfliglio lança Maria, a Judia Alquimista em São Paulo e afirma: “Toda mulher tem uma vida apaixonante”

Camisinhas diferentes são opções interessantes no mercado

Energia sexual bem utilizada ajuda na evolução espiritual, afirma escritor

Presente de Natal: mãe e filho se encontram depois de 24 anos

Mônica Buonfiglio: “Me Decepciona ver uma mulher reclamando que não é feliz porque não tem um namorado”

Mais uma história sobre Hebe Camargo

A vida íntima dos famosos

O relacionamento do homem com o pênis

Saia-justa: personal sex trainer fala da carreira e comenta situações engraçadas pelas quais passou na profissão

Qual seu grau de sadismo ou masoquismo? 

Nem todo hetero gosta de mulheres

Written by cleofrancisco

abril 26, 2013 at 2:16 pm

Parceria entre Prudence e Tom Maior levará a história da camisinha e do prazer sexual para o sambódromo

leave a comment »

(Foto: Divulgação) A fantasia da ex-BBB Fabiana Teixeira será confeccionada com preservativos sabor hortelã

(Foto: Divulgação) A fantasia da ex-BBB Fabiana Teixeira será confeccionada com preservativos sabor hortelã

A Tom Maior, que é patrocinada pela marca de preservativos Prudence este ano, levará para o Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, o enredo Parque dos Desejos – O Seu Passaporte Para o Prazer. A escola de samba contará a história da camisinha e do prazer sexual e promete criatividade nas fantasias e nos carros alegóricos.

(Foto: Divulgação) Fantasia de Tania Oliveira, a madrinha de bateria, será confeccionada com preservativos de banana e cola

(Foto: Divulgação) Fantasia de Tania Oliveira, a madrinha de bateria, será confeccionada com preservativos de banana e cola

Tania Oliveira, apresentadora da Rede TV e madrinha de bateria da Tom Maior, por exemplo, desfilará com um modelo confeccionado com preservativos de banana e cola. A  ex-BBB Fabiana Teixeira, representará Eva no carro abre-las e sua fantasia, terá detalhes feitos com preservativos sabor hortelã.

Wagner Silva, vencedor do concurso O Cara do Paraíso, para representar o “Adão” no desfile da Tom Maior deste ano, entrará na avenida com uma fantasia composta por um tapa-sexo feito de preservativos com aroma e sabor de hortelã. Serão utilizadas 100 camisinhas na confecção da peça.

 

 

Leia também:

Camisinhas diferentes são opções interessantes no mercado

Energia sexual bem utilizada ajuda na evolução espiritual, afirma escritor

Presente de Natal: mãe e filho se encontram depois de 24 anos

Mônica Buonfiglio: “Me Decepciona ver uma mulher reclamando que não é feliz porque não tem um namorado”

Mais uma história sobre Hebe Camargo

A vida íntima dos famosos

O relacionamento do homem com o pênis

Saia-justa: personal sex trainer fala da carreira e comenta situações engraçadas pelas quais passou na profissão

Qual seu grau de sadismo ou masoquismo? 

Nem todo hetero gosta de mulheres

Written by cleofrancisco

fevereiro 6, 2013 at 2:26 pm

Dona do bumbum mais bonito do Brasil é capa da Sexy

with one comment

Rosana Ferreira é a vencedora do concurso Miss Bumbum Brasil 2011 (Foto: Vanessa Dalceno)

A revista chega nas bancas nesta segunda (26/12) - (Foto: Vanessa Dalceno)

A capixaba Rosana Ferreira, vencedora do concurso Miss Bumbum Brasil 2011, é a capa da edição de janeiro da revista Sexy, que chega às bancas do país nesta segunda-feira (26/12). A bela, que concorreu ao título representando o estado do Ceará, posou para as lentes de Vanessa Dalceno, na capital paulista.

A publicação traz, ainda, uma reportagem sobre a Cannabis Cup, uma feira de maconha que acontece em Amsterdã, na Holanda, um editorial de moda para os apaixonados por bicicleta e um guia de baladas que acontecem em Florianópolis.

Leia também:

Recall retira 116 mil preservativos Blowtex Turbo do mercado

Infidelidade feminina: mulheres escolhem dia 22 para comemorar natal com os amantes

Blowtex lança camisinha para quem tem alergia ao látex

Qual seu grau de sadismo ou masoquismo? 

Nem todo hetero gosta de mulheres

Thiago Fragoso sobre cena de O Astro: “Ficar nu foi o de menos”

Tire a cabeça da bunda e seja mais feliz

Etiqueta sexual: evite mentir que ligará para ela no dia seguinte

Jaque Khury posa nua e fala sobre saída de Legendários: ” Fui mandada embora pelo Marcos Mion”

Ejaculação precoce está entre as disfunções sexuais mais difíceis de se tratar

Camisinhas diferentes são opções interessantes no mercado 

Preserv lança o maior e mais fino preservativo do país

Prudence lança preservativos com sabores de cola e melancia

Mulheres gemem para estimular o orgasmo do parceiro

Written by cleofrancisco

dezembro 26, 2011 at 1:09 pm